quinta-feira, 9 de outubro de 2014

Como eu sinto vontade de te contar tudo que oque tem acontecido, dizer que esses últimos dias tem sido bem dificeis pra mim, que cada dia tem sido uma montanha russa, e que no fim das contas eu ainda me sinto sozinho, talvez você realmente não me complete, talvez eu não tenha como completar ninguém agora, ja não consigo mais achar sentido nas coisas há um bom tempo, parece que tudo morreu e só falta mesmo é que eu me dê conta disso.Só queria que fosse você, que fosse mais fácil, mas tudo que é fácil não tem valor. E olha eu aqui passando da hora de dormir denovo, passando meu cérebro e mensagens a limpo, pensando em futuros possíveis e passados vívidos nos quais me perco, ja não sei se tua companhia me faz bem ou mal.Se acho que te tenho tô feliz, mas se acho que você foge me entorpeço e esses últimos dias tenho me entorpecido bastante. As vezes eu só quero desistir de todos, me isolo, converso sozinho, rio de mim mesmo, e me faço companhia, fico pra baixo com isso, fico pensando que eu talvez tenha algum problema.No fundo eu sempre me senti muito diferente mesmo, mas também valorizei isso na mesma dose e não me arrependo.Me arrependo na verdade de ter permitio que me conhecesse mais, que tenha me cativado, me arrependo de ter ido, de ter encontrado, de ter procurado, nesse momento muitos arrependimentos me vem à mente. Só me dou conta agora de que o que eu não tenho na verdade é paciência, pra ficar jogando esses jogos, se eu quiser brincar eu procuro uma criança.Pra que ficar correndo por esse labirinto se esses corredores vão dar no mesmo destino?

Nenhum comentário:

Postar um comentário